Terça-Feira, 22 de Maio de 2018
Página Inicial
Gabinete do Prefeito
Gabinete do Vice-Prefeito
Secretarias
Notícias
Publicações Legais
Contas Públicas
História do Município de Iraí
Balneário Oswaldo Cruz
Pontos Turísticos
Localização de Iraí
Galeria de Fotos
Telefones Úteis
Hospedagem
Gastronomia
Lei Orgânica do Município de Iraí/RS
Rota das Águas e Pedras
Rota das Gemas & Jóias
Contato
CMDCA

Município inicia coleta seletiva de lixo

A administração municipal em parceria com o Consórcio Intermunicipal de Resíduos Sólidos (CIGRES), está iniciando a campanha “Faça a sua parte, separe o lixo em casa!”. O principal objetivo é desenvolver práticas cotidianas de separação do lixo doméstico, sendo fundamental para a destinação correta destes resíduos, promovendo o crescimento da consciência ambiental dos munícipes, além da criação de novos produtos através da reciclagem.

Conforme o engenheiro da Prefeitura de Iraí, Cristian Negrello, para que o resultado da coleta seletiva seja realmente eficaz, é importante separar o lixo seco: plásticos, papéis, metais, vidros, borrachas, isopor, tecidos e couro, e o lixo orgânico: restos de alimentos, cascas de frutas e ovos, erva-mate, café e cinzas.

Para os resíduos como pilhas, lâmpadas, baterias e eletroeletrônicos é importante que os mesmos sejam devidamente descartados. Nesse caso sugere-se o descarte em litro pet ou em embalagem devidamente identificada, evitando assim acidentes de manuseio e a contaminação por produtos tóxicos.

Destacam-se outros casos que merecem um cuidado especial, como é o caso dos rejeitos: papel higiênico, fraldas descartáveis, absorventes higiênicos, papel engraxado, tocos de cigarros e escovas de aço, que devem ser descartados juntos, em uma única embalagem. Já o óleo de cozinha deve ser colocado em uma garrafa pet. Sendo que o descarte destes rejeitos e do óleo de cozinha deve ser feito juntamente com o lixo orgânico.

O roteiro da coleta do lixo continuará o mesmo, sendo que para o centro da cidade, onde a coleta é diária, ficam determinados os seguintes dias:

Segunda-feira: lixo orgânico

Terça-feira: lixo seco

Quarta-feira: lixo orgânico

Quinta-feira: lixo seco


Sexta-feira: lixo orgânico

Sábado: lixo seco

Ressalta-se que inicialmente o roteiro diferenciado se dará no Centro. Para os demais locais, onde o roteiro de coleta não é diário, ainda não haverá cronograma de coleta seletiva; porém é necessário que a população faça a separação do lixo em sua casa, embora descarte na lixeira em um único dia.

Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3745-1500, das 7h às 13h.


Reaproveite o lixo na sua própria casa

Flores mais bonitas e um jardim saudável podem vir sem nenhum custo extra para você. O segredo é a compostagem, que não só reduz a quantidade de lixo em aterros, como também enriquece o solo do seu quintal com um material rico em nutrientes. Listamos alguns passos simples para você começar a fazer compostagem doméstica:

1. Escolha um recipiente
Escolha um espaço ao ar livre e um recipiente para depositar seu composto. Pode ser uma lata de lixo grande ou um balde de plástico, por exemplo. É importante que você faça furos no fundo do recipiente para que o chorume (material orgânico em decomposição) possa passar.

2. Recolha o lixo da sua casa
Recolha o lixo da sua cozinha e jardim e misture os materiais. É necessário ter duas vezes mais resíduos marrons (serragem, folhas secas, papelão, folhas de jornal, borra de café ou terra)do que verdes (frutas, vegetais, grama). Esse equilíbrio é importante, pois os elementos marrons são ricos em carbono, enquanto que os verdes contribuem com nitrogênio.
Além disso, seu composto também precisa de oxigênio e umidade. Caso o material fique muito seco, pode acrescentar um pouco de água para umedecer.

3. Distribua o material na composteira
Para acelerar o processo de decomposição, você deve distribuir o material em camadas: uma de nitrogênio (material úmido) para três camadas de carbono (material seco, como folhas, papelão e serragem).

4. Espere a mágica acontecer
Ao longo das próximas semanas, você vai ver os seus restos de comida se transformarem em solo. Seu composto estará pronto quando tiver aspecto e cheiro de terra. Lembre-se que ele não é um substituto para o seu solo, mas, sim, age como um fertilizante natural para nutri-lo.

O que você NÃO deve colocar na composteira:
• Produtos de origem animal
• Gorduras
• Óleos
• Resíduos de animais de estimação
• Comida temperada
• Cinzas e bitucas de cigarro
• Vegetais doentes

O que pode ir para a composteira:
• Restos e cascas de frutas, legumes e verduras
• Raízes e capim seco
• Folhas secas e restos de podas
• Serragem de madeira
• Papel de jornal
• Papelão
• Saquinho de chá
• Pó de café com coador de papel
• Grama seca

Fonte: https://consumosocial.catracalivre.com.br


| 13-12-2017


 
 



Rua Valzumiro Dutra, 161
Bairro Centro - Iraí
CEP 98460-000
Rio Grande do Sul - Brasil

Fones:
(55) 3745 1288
(55) 3745 2047 (Centro de Informações Turísticas)

E-mail:
contato@irai.rs.gov.br ou pmirai@speedrs.com.br