Sexta-Feira, 21 de Julho de 2017
Página Inicial
Gabinete do Prefeito
Gabinete do Vice-Prefeito
Secretarias
Notícias
Publicações Legais
Contas Públicas
História do Município de Iraí
Balneário Oswaldo Cruz
Pontos Turísticos
Localização de Iraí
Galeria de Fotos
Telefones Úteis
Hospedagem
Gastronomia
Lei Orgânica do Município de Iraí/RS
Rota das Águas e Pedras
Rota das Gemas & Jóias
Contato
CMDCA

História da Laranja

A laranja espalhou-se pelo mundo sofrendo mutações e dando origem a novas variedades

De todas as árvores frutíferas, uma das mais conhecidas, cultivadas e estudadas em todo mundo é a laranjeira. Como todas as plantas cítricas, a laranjeira é nativa da Ásia, mas a região de origem é motivo de controvérsia. Alguns historiadores afirmam que os cítricos teriam surgido no Leste asiático, nas regiões que incluem hoje Índia, China, Butão, Birmânia e Malásia.

A trajetória da laranja pelo mundo é conhecida apenas de uma forma aproximada. Segundo pesquisadores, ela foi levada da Ásia para o Norte da África e de lá para o Sul da Europa, onde teria chegado na Idade Média. Da Europa foi trazida para as Américas, na época dos descobrimentos, por volta de 1.500.

A laranja espalhou-se pelo mundo sofrendo mutações e dando origem a novas variedades. Durante a maior parte desse período, a citricultura ficou entregue a sua própria sorte – o cultivo de sementes modificava aleatoriamente o sabor, aroma, a cor e o tamanho dos frutos.

As pesquisas e experimentos para aprimorar variedades de laranja começaram a ser desenvolvidas no século 19 na Europa, depois da disseminação das teorias de Mendel e Darwin. Já antes do século 20, os Estados Unidos passaram a liderar os esforços técnicos nessa área. Todos os estudos sempre tiveram voltados para o melhoramento do aspecto, tamanho e sabor dos frutos, como também o aprimoramento genético para obtenção de árvores mais resistentes às doenças e variações climáticas.


A Laranja no Estado

No Rio Grande do Sul, os citros chegaram através de imigrantes portugueses das Ilhas dos Açores, que se instalaram no Vale Taquari. Posteriormente, agricultores de origem germânica localizados no Vale do Caí iniciaram também essa atividade de forma comercial. Atualmente, a citricultura é uma das principais atividades agrícolas e econômicas não só para essa região, como para todo o Rio Grande do Sul. Segundo dados do IBGE, a área total no Estado ultrapassa os 40 mil hectares.

Autor: Fernando F. Sucolotti
 
NOTÍCIAS
 


 
 



Rua Valzumiro Dutra, 161
Bairro Centro - Iraí
CEP 98460-000
Rio Grande do Sul - Brasil

Fones:
(55) 3745 1288
(55) 3745 2047 (Centro de Informações Turísticas)

E-mail:
contato@irai.rs.gov.br ou pmirai@speedrs.com.br